OPCM

Observatório Português de Canábis Medicinal

OPCM

Observatório Português de Canábis Medicinal

OPCM

Observatório Português de Canábis Medicinal

Inovador teste de farmacogenética na área da Canábis Medicinal

Órgãos Sociais Biénio 2021/2023

OPCM - 2.º Aniversário

O tratamento com Canábis Medicinal é usado no alívio de sintomas de patologias como esclerose múltipla, autismo, endometriose, epilepsia, cancro, Fibromialgia, dor crónica entre muitas outras.
Apesar de ser legal o seu uso em Portugal, de ser mais uma abordagem terapêutica, ainda não está totalmente acessível nas farmácias, não é disponibilizado nem comparticipado pelo SNS. Negando a imensas famílias a possibilidade de terem qualidade de vida, negando a imensas pessoas a oportunidade de terem uma vida digna, de terem acompanhamento médico. Há dois anos que o Observatório Português de Canábis Medicinal foi criado para ajudar quem precisa, para informar e desmistificar o uso da Planta Canábis para fins medicinais. Para ajudar quem apenas quer cuidar dos seus.
Para celebrar estes 730 dias, mostramos algumas das pessoas que usam tratamentos de canábis medicinal, pessoas que tiveram melhorias substanciais na sua qualidade de vida, que puderam voltar aos seus trabalhos, que vivem dias com menos dor, que puderam voltar a correr, a viver.

Que voltaram a sorrir.

A todos os que deram o seu testemunho, o nosso maior obrigado.

O tratamento com Canábis Medicinal é usado no alívio de sintomas de patologias como esclerose múltipla, autismo, endometriose, epilepsia, cancro, Fibromialgia, dor crónica entre muitas outras.
Apesar de ser legal o seu uso em Portugal, de ser mais uma abordagem terapêutica, ainda não está totalmente acessível nas farmácias, não é disponibilizado nem comparticipado pelo SNS. Negando a imensas famílias a possibilidade de terem qualidade de vida, negando a imensas pessoas a oportunidade de terem uma vida digna, de terem acompanhamento médico. Há dois anos que o Observatório Português de Canábis Medicinal foi criado para ajudar quem precisa, para informar e desmistificar o uso da Planta Canábis para fins medicinais. Para ajudar quem apenas quer cuidar dos seus.
Para celebrar estes 730 dias, mostramos algumas das pessoas que usam tratamentos de canábis medicinal, pessoas que tiveram melhorias substanciais na sua qualidade de vida, que puderam voltar aos seus trabalhos, que vivem dias com menos dor, que puderam voltar a correr, a viver.

Que voltaram a sorrir.

A todos os que deram o seu testemunho, o nosso maior obrigado.

OPCM - 2.º Aniversário - 22/04/2021

“O Observatório comemora hoje 2 anos. Num mundo perfeito não haveria a necessidade da nossa existência… como não o é, existimos e vamos continuar a trabalhar pelo direito a melhores tratamentos para todas as pessoas.
É essa a razão de estarmos presentes: as pessoas. Os filhos, os irmãos, os que cuidam e os de quem cuidamos.
Antecipamos hoje um pouco do muito que queremos partilhar convosco amanhã pelas 19h no Facebook do OPCM.“

“O Observatório comemora hoje 2 anos. Num mundo perfeito não haveria a necessidade da nossa existência… como não o é, existimos e vamos continuar a trabalhar pelo direito a melhores tratamentos para todas as pessoas.
É essa a razão de estarmos presentes: as pessoas. Os filhos, os irmãos, os que cuidam e os de quem cuidamos.
Antecipamos hoje um pouco do muito que queremos partilhar convosco amanhã pelas 19h no Facebook do OPCM.“

Farmácias portuguesas passam a vender canábis para fins medicinais

Farmácias portuguesas passam a vender canábis para fins medicinais

As farmácias portuguesas já têm autorização do Infarmed para a venda de canábis para fins medicinais. Trata-se da flor seca da canábis, que pode ser consumida por doentes com prescrição médica, para tratar diversos problemas de saúde.

O novo produto pode ser usado para evitar dor crónica ou náuseas e vómitos provocados pela quimioterapia, mas nem todos os doentes podem recorrer a esta terapêutica. De fora ficam os doentes epiléticos.
Jornalista Diana Craveiro: Informem-se a partir de hoje junto do vosso médico e vão-nos dando feedback por mensagem no Facebook ou por e-mail info@opcm.pt para que vos possamos ajudar!
Obrigada

Fonte: RTP Notícias

As farmácias portuguesas já têm autorização do Infarmed para a venda de canábis para fins medicinais. Trata-se da flor seca da canábis, que pode ser consumida por doentes com prescrição médica, para tratar diversos problemas de saúde.
O novo produto pode ser usado para evitar dor crónica ou náuseas e vómitos provocados pela quimioterapia, mas nem todos os doentes podem recorrer a esta terapêutica. De fora ficam os doentes epiléticos.
Jornalista Diana Craveiro

Informem-se a partir de hoje junto do vosso médico e vão-nos dando feedback por mensagem no Facebook ou por e-mail info@opcm.pt para que vos possamos ajudar! Obrigada

Fonte: RTP Notícias

 

OPCM - 1.º Aniversário - Testemunhos Reais

Hoje no Dia da Terra comemoramos o Primeiro Aniversário do OPCM. Mostramos o nosso contributo nesta luta pelo acesso à planta Canábis, “fruto” da terra e que tem inúmeros beneficios e damos voz aos doentes que dela precisam para terem melhores condições de vida! Agradecemos a todos que estão connosco nesta nossa jornada e damos as boas vindas a quem se queira juntar a nós! JUNTOS VAMOS CONSEGUIR! Obrigada Ana Cristina Matos, João Saúde, Ana Simões e Liliana Pinto pelos vossos testemunhos!

Canábis medicinal na conferência anual da LPCE

Pela vez primeira fala-se de Canábis medicinal na conferência anual da Liga Portuguesa Contra a Epilepsia (LPCE). Um passo gigante para um futuro acompanhamento dos doentes com Epilepsia! Questões como qualidade das preparações e substâncias aprovadas pelo Infarmed, aceitação da terapêutica, evidências científicas… dois anos são necessários para a saída de um produto com ACM obedecendo à qualidade exigida pela autoridade reguladora do medicamento em Portugal! Estamos perto de ter o primeiro extrato para epilepsia autorizado! Juntos vamos conseguir!

OPCM - 1.º Aniversário - Testemunhos Reais

Hoje no Dia da Terra comemoramos o Primeiro Aniversário do OPCM. Mostramos o nosso contributo nesta luta pelo acesso à planta Canábis, “fruto” da terra e que tem inúmeros beneficios e damos voz aos doentes que dela precisam para terem melhores condições de vida! Agradecemos a todos que estão connosco nesta nossa jornada e damos as boas vindas a quem se queira juntar a nós! JUNTOS VAMOS CONSEGUIR! Obrigada Ana Cristina Matos, João Saúde, Ana Simões e Liliana Pinto pelos vossos testemunhos!

Canábis medicinal na conferência anual da LPCE

Pela vez primeira fala-se de Canábis medicinal na conferência anual da Liga Portuguesa Contra a Epilepsia (LPCE). Um passo gigante para um futuro acompanhamento dos doentes com Epilepsia! Questões como qualidade das preparações e substâncias aprovadas pelo Infarmed, aceitação da terapêutica, evidências científicas… dois anos são necessários para a saída de um produto com ACM obedecendo à qualidade exigida pela autoridade reguladora do medicamento em Portugal! Estamos perto de ter o primeiro extrato para epilepsia autorizado! Juntos vamos conseguir!

Notícias Recentes

Notícias Recentes

Notícias Recentes

2ª Assembleia Geral do OPCM - 1 de Fevereiro de 2020

2ª Assembleia Geral do OPCM - 1 de Fevereiro de 2020

Obrigada pelo contributo dos associados presentes e membros do conselho consultivo! Se quer fazer parte das próximas Assembleias, ser um elemento com poder de decisão, interveniente e ajudar-nos a concretizar os fins a que nos propomos! Torne-se associado! Juntos somos mais fortes.

Informação especializada sobre terapêuticas e tratamentos com canabinóides

Colaborar

Fazer donativo

O OPCM é uma organização sem fins lucrativos, por isso pode fazer um donativo e apoiar a nossa Associação.

Torne-se associado

Identifica-se com os fins da OPCM? Torne-se associado e tem direito a participar ativamente nas atividades e acesso à nossa área restrita.

Partilhe a sua experiência

Preencha o formulário de registo de utilizadores de canábis medicinal. Pretendemos formar uma base de dados confidencial de utilizadores.

A Planta Canábis

Quando falamos de Canábis referimo-nos a uma planta florida da qual existem três espécies principais: Cannabis Sativa L.,1 Cannabis Indica e Cannabis Ruderalis.

A Cannabis Sativa é constituída por centenas de compostos químicos, entre eles canabinóides, terpenos, flavonóides, hidrocarbonetos, aminoácidos, esteróides, açúcares, entre outros, que se encontram nas flores, folhas, caules, sementes, vagens, brotos, resinas e em extratos oleosos da planta.

Os canabinóides são substâncias que têm uma estrutura química carbocíclica, composta por 21 carbonos, e são geralmente formados por três anéis: o ciclohexeno (anel A), o tetraidropirano (anel B) e o benzeno (anel C). Na figura 1 está representada a estrutura básica dos canabinoides mais importantes e respetiva…  [Ler mais]

Recomendações

Cristina Sánchez é professora titular de bioquímica e biologia molecular na Universidade Complutense de Madrid. A sua pesquisa baseia-se no estudo do sistema endocanabinóide no contexto oncológico. O objetivo final é entender a ação anti-tumoral dos canabinóides no cancro da mama em termos moleculares e usá-los para fins clínicos. Cristina é Secretária Científica da Sociedade Espanhola de Investigação de Canabinóides e também faz parte do conselho de administração. Ela foi um dos membros fundadores do Observatório Espanhol de Canábis Medicinal e atualmente secretária do mesmo. Ler Mais…

Recomendações

Cristina Sánchez é professora titular de bioquímica e biologia molecular na Universidade Complutense de Madrid. A sua pesquisa baseia-se no estudo do sistema endocanabinóide no contexto oncológico. O objetivo final é entender a ação anti-tumoral dos canabinóides no cancro da mama em termos moleculares e usá-los para fins clínicos. Cristina é Secretária Científica da Sociedade Espanhola de Investigação de Canabinóides e também faz parte do conselho de administração. Ela foi um dos membros fundadores do Observatório Espanhol de Canábis Medicinal e atualmente secretária do mesmo. Ler Mais…

Galeria de Imagens

Galeria de Imagens

Junte-se a nós

Pode fazer um donativo, ser associado ou fazer o seu Registo na nossa base de dados de utilizadores de Canábis para Fins Terapêuticos. Siga as ligações abaixo. 

Fazer donativo

Formulário – Torna-te associado

Formulário – Registo de utilizadores de canábis para fins terapêuticos

Copyright © 2019 Observatório Português de Canábis Medicinal designed by João Batista ETPR

O OPCM responsabiliza-se pela veracidade das informações no momento da sua publicação. No entanto, como sabemos as mesmas vão ficando desatualizadas devido aos novos avanços científicos.  O mesmo acontece com as leis e a sua regulamentação. Tentaremos tanto quanto possível que a informação seja sempre atual e agradecemos desde já que contribuam para essa atualização através do formulário disponível para as sugestões.

Todo e qualquer conteúdo deste site não deve ser usado em substituição de um aconselhamento médico. As informações contidas neste site não têm como objetivo promover o uso de plantas etnobotânicas, apenas informar que a terapêutica existe e está ser cada vez mais estudada por forma a ajudar os doentes. O OPCM rejeita especificamente qualquer responsabilidade legal em relação a qualquer acidente, lesão ou dano que possa acontecer, como uma consequência direta ou indireta do uso ou aplicação de qualquer conteúdo que apareça neste site.