Em abril de 2021, o OPCM foi contactado pelo laboratório de genética humana HeartGenetics tendo em vista a apresentação do seu novo e inovador teste genético MyCannabisGenes, que tomamos a liberdade de vos dar a conhecer, visto ser um teste de farmacogenética que poderá ajudar na prescrição médica.

HeartGenetics

O laboratório de genética humana HeartGenetics é um laboratório Português que desenvolve a sua atividade nas áreas da genética cardiovascular, genética preventiva e farmacogenética.

No contexto da farmacogenética tem um teste genético na área da Canábis Medicinal. O teste designa-se MyCannabisGenes e é dirigido à área da farmacogenética de canabinóides.

MyCannabisGenes

É um teste de farmacogenética que se realiza apenas uma vez na vida, sendo uma análise conseguida através de uma simples colheita de saliva.

Porquê realizar uma análise ao ADN?

O ADN é uma estrutura molecular complexa, que armazena a informação necessária ao desenvolvimento, sobrevivência e reprodução dos organismos vivos. É transmitido à descendência, pelo que existe uma herança da informação nele contida. Apesar da maioria da sequência de ADN ser conservada entre indivíduos, existe uma pequena fração variável que é responsável pela diversidade de características. Por sua vez, esta diversidade estende-se à forma como o organismo de cada indivíduo responde à exposição aos fitocanabinóides.

Por este motivo, o estudo de marcadores específicos no ADN permite inferir acerca da capacidade individual de metabolização destas substâncias e também da predisposição para determinados efeitos secundários resultantes da exposição. O conhecimento da informação genética é determinante para melhorar a experiência de utilização de fitocanabinóides.

Este teste tem como objetivo apresentar recomendações acerca da composição de produtos, doses dos princípios ativos e vias de administração mais adequadas ao paciente, considerando o seu perfil genético. Trata-se de uma abordagem conhecida como medicina personalizada, aplicada ao uso terapêutico de fitocanabinóides.

A necessidade da utilização de fitocanabinóides vai depender do seu uso terapêutico, de modo que essa decisão deve ser tomada com assistência médica.

 

O que é analisado neste teste genético?

Este teste genético analisa 55 variantes genéticas em 29 genes associados à utilização de fitocanabinóides. O teste identifica o seu perfil genético e informa sobre como a utilização de fitocanabinóides pode ter impacto em si.

Os genes avaliados encontram-se discriminados abaixo.

Metabolismo

Bem-estar

Utilização Crónica

ABCB1, CYP2C19, CYP2C9, CYP3A4, UGT1A1, UGT1A3, UGT1A9, UGT2B7

AKT1, BDNF, CLTC, CNR1, COL25A1, COMT, DBH, DRD2, FAAH, MAPK14, S100A10

ABCB1, CADM2, CNR1, EPHX2, FAAH, MGLL, NCAM1, NRG1, RP11206M117, S100B, SDK1, SLC35G1, SMG6

 

A análise dos vários marcadores genéticos encontra-se dividida em três grandes áreas: Metabolismo de fitocanabinóides, O impacto dos fitocanabinóides no seu bem-estar e A sua predisposição para a utilização crónica de fitocanabinóides.

Metabolismo de fitocanabinóides: Qual o seu tipo?

A genética de cada indivíduo influencia a maneira e a velocidade à qual o ∆9-THC e o CBD são metabolizados e excretados pelo organismo. Nesta área ficará a conhecer:

1)  a sua capacidade de metabolizar cada uma das substâncias referidas;

2) as recomendações em termos de quantidades, frequências de exposição e vias de administração.

Bem-estar: Qual o impacto dos fitocanabinóides?

A utilização correta de fitocanabinóides está associada a efeitos benéficos para a saúde e bem-estar de cada indivíduo. No entanto, uma utilização inadequada pode resultar em efeitos indesejados, principalmente em indivíduos predispostos para tal. Vários estudos realizados indicam associações entre marcadores genéticos e a predisposição que o indivíduo possui para ter algum tipo de desregulação psicológica, comportamental e até a nível da função cognitiva. A informação apresentada nesta área fará com que se conheça melhor, permitindo uma melhor utilização da Cannabis para fins terapêuticos.

Utilização crónica de fitocanabinóides: Qual a sua predisposição?

Estudos científicos revelam que indivíduos que possuam fatores genéticos de risco têm uma maior predisposição para desenvolver um certo grau de dependência ao princípio ativo ∆9-THC, embora não seja frequente. Descubra qual o risco associado ao seu perfil genético e como pode utilizar a Cannabis, ponderando os riscos e benefícios terapêuticos adjacentes.

 

AVISO IMPORTANTE

Este teste genético foi desenvolvido para ser utilizado como uma ferramenta de trabalho do seu médico ou profissional de saúde. Os resultados obtidos poderão orientar na definição de uma terapêutica personalizada, tendo sempre como foco o aumento da eficácia do tratamento, assim como a diminuição do risco de experienciar efeitos adversos.

Os resultados apresentados neste teste não se destinam a fornecer um diagnóstico médico ou a fornecer recomendações médicas pelo que deverão ser considerados apenas como informativos. A realização deste teste, assim como os resultados obtidos, não podem ser utilizados como substitutos de aconselhamento e tratamento médico profissional. Os resultados do teste genético não dependem da condição física, clínica ou terapêutica utilizada pelo indivíduo testado. É importante que consulte o seu médico antes de utilizar qualquer produto à base de fitocanabinóides.

Procedimento a seguir para a obtenção do teste MyCannabisGenes:

O requerente preenche o formulário disponível (aqui), submete o seu pedido e recebe um email com informação acerca dos médicos disponíveis para consulta e prescrição, bem como, os custos associados.

O requerente deverá entrar em contacto com o médico ou clínica, via email, para agendar a sua consulta e solicitar a prescrição do teste.  

Assim que o médico prescreve o teste, os dados do formulário preenchido online e a prescrição deste será enviada, pelo médico, para o laboratório da HeartGenetics, que entrará em contacto com o requerente.

Este contacto tem como finalidade requerer o pagamento do teste, de modo a proceder-se ao envio do kit de colheita de saliva e do envelope próprio para envio da amostra para o laboratório da HeartGenetics.

O médico será responsável pela entrega do respetivo resultado do teste, ao requerente.

Nota: Deve sempre dar a informação se é associado OPCM, para usufruir de redução de custos.

Qualquer dúvida não hesite em contactar-nos através do email: testegenetico@opcm.pt