Canábis ou marijuana medicinal ou médica?

Canábis ou marijuana medicinal ou médica?

A forma de nos referirmos à canábis para uso medicinal é diferente em todo o mundo. É melhor usar a palavra medicinal ou médica para canábis? E a marijuana medicinal? A Bedrocan tem uma preferência clara pelo termo correto, ou seja, qual é adequado e qual não é. Somos bastante claros quanto a isso. Neste artigo, explicamos o porquê.

Médica ou medicinal

Vamos começar com os termos canábis medicinal ou médica. Ambos são usados, mas estes dois termos podem ser trocados? Existe diferença de significado? Na Bedrocan, pensamos que sim.

Evitamos usar o termo médico ao lado da palavra canábis. Médico aplica-se a um local ou prática de medicina como um hospital ou farmácia/dispensário. O seu uso também é usado quando nos referimos a uma condição, problema ou tratamento.

Por outro lado, medicinal é definido, de acordo com o dicionário Merriam Webster, como “cuidar ou ser usado para curar doenças ou aliviar a dor”. Infelizmente, a canábis não pode curar nenhuma doença, mas pode definitivamente aliviar a dor e ajudar a tratar várias outras condições médicas.

Fonte: https://www.merriam-webster.com/

Glossário de Bedrocan

Canábis medicinal, n: canábis, ou um produto derivado da canábis, que se destina a uso medicinal. Além disso, provavelmente é: (i) prescrito por um profissional médico habilitado; (ii) para uma condição médica conhecida ou um conjunto de condições em que se tenha provado ser um tratamento eficaz; (iii) para os quais haja pesquisas que demonstrem sua eficácia como tratamento e / ou onde outros tratamentos tenham sido ineficazes.

E quanto ao termo marijuana para uso médico ou erva?

A marijuana/maconha medica também é usada para se referir ao uso medicinal. Em alguns países, os pacientes são forçados a recorrer a produtos destinados ao mercado recreativo adulto, muitas vezes no mesmo ponto de venda ou entregues pelo correio. Enquanto na Holanda e em muitos outros países onde os produtos da Bedrocan estão disponíveis, os doentes podem aceder à canábis medicinal de grau farmacêutico, não marijuana, através da farmácia mediante prescrição médica.

Evitamos o termo marijuana para uso médico ou erva tanto quanto podemos, porque está muito relacionado com o uso recreativo.  A Bedrocan acredita na rigida distinção entre a canábis medicinal e a canábis para uso recreativo. Temos o compromisso de fornecer um produto farmacêutico que só está disponível mediante prescrição para doentes que dele possam beneficiar. Estamos totalmente focados nesta tarefa. Além disso, a palavra canábis está diretamente ligada ao nome da planta: Cannabis sativa L. Então, por que procurar outro termo quando já temos um disponível. Um bom efeito colateral é que esse nome científico se encaixa perfeitamente numa empresa voltada para a ciência como nós.

Canábis, marijuana ou erva?

A canábis tem muitos nomes. Marijuana, ganja/ganza e cânhamo são os mais conhecidos. Outros nomes menos saudáveis ​​incluem erva, maconha ou charro.

O cânhamo está associado à planta da canábis do tipo fibra, com baixo teor de THC. A maconha é mais usada nas Américas, enquanto ganja/ganza e derivações da palavra são usadas na Índia e no Sudeste Asiático. Outra palavra conhecida é haxixe – uma resina rica em THC extraída da planta da canábis.

Independentemente de todos estes termos e da sua diferenciação por tipo (Indica, Sativa, Ruderalis), o termo agora é comumente aceite como simplesmente Cannabis sativa L., ou apenas canábis. No entanto, quando produzida com produto farmacêutico e usada para fins medicinais, o termo canábis medicinal é o mais apropriado.

A ciência está a construir a forma como falamos sobre a canábis medicinal

A ciência, hoje, molda a forma como pensamos e falamos sobre a canábis medicinal. Junto com as empresas com ideias semelhantes, a ciência está no coração da Bedrocan. O nosso programa concentra-se em técnicas de cultivo avançadas e no desenvolvimento de variedades exclusivas e padronizadas de canábis para a utilização por doentes e pela indústria farmacêutica. Outras empresas estão a tomar medidas para registrar medicamentos e dispositivos médicos à base de canábis (por exemplo, Epidiolex, Syqe). Enquanto, em nível global, a Comissão Internacional de Controle de Narcóticos das Nações Unidas (INCB) está neste momento a prepar uma diretriz de boas práticas. Impulsionado pela avaliação científica, este quadro regulamentar global visa alcançar uma maior uniformidade de boas práticas de cultivo, fabrico, distribuição e comércio por grosso de canábis para uso medicinal e científico.

Todas estas ações estão ajudar a construir o futuro – incluindo a forma como falamos sobre a canábis para uso medicinal permitindo uma aceitação mais ampla da sua utilização em mais países.

_______________________________________________________________________________________________

Fonte: bedrocan

Link do Artigo Original: Medical marijuana or medicinal cannabis. Which term do we use and why? (bedrocan.com)